Informações ao Paciente

Pé Plano Adquirido do Adulto

Também conhecida como Pé plano por disfunção do músculo tibial posterior.
É uma situação muito comum, que atinge principalmente mulheres entre 50 e 70 anos de idade.
Ocorre diminuição do arco plantar do pé, com achatamento e alargamento deste. Também verifica-se dor, inchaço no tornozelo, fraqueza para subir escadas, e dificuldade de ficar na ponta dos pés.
Muitas vezes o paciente refere que a dor piora com o uso de calçados rasteiros, sem salto, ou de pés descalços, e alivia com o uso de saltos de 2 a 3 cm.
O diagnóstico é feito somente com o exame físico, e de imagem.
Este problema é uma situação progressiva, e pode até mesmo causar invalidez permanente com incapacidade para caminhar.
Felizmente, hoje em dia existe tratamento apropriado para isso.
O tratamento pode ser paliativo, com fisioterapia, medicamentos e palmilhas, ou corretivo, com um tipo especial de cirurgia.
A recuperação da cirurgia, com algumas técnicas especiais, é confortável, com pouca dor. Infelizmente é lenta. Pode chegar até mesmo a um ano.
É altamente recomendado que pacientes com este problema procurem tratamento médico o mais rápido possível, nas fases iniciais da doença.


Buscar

Arquivos

Perguntas Frequentes

  • O que é a Síndrome do Túnel do Tarso?

    O Túnel do Tarso é a localização anatômica, entre o tornozelo e o pé, por onde passam algumas estruturas nobres, como veias, artérias, tendões e nervos.
    Chama-se Síndrome do Túnel do Tarso quando estas estruturas são comprimidas pelo aumento da pressão neste túnel. Neste caso, a estrutura mais sensível ao aumento da pressão é o nervo, e os sintomas se desenvolvem como uma síndrome de compressão nervosa.
    Esta condição clinica é causada por algumas situações que aumentam a pressão dentro do Túnel do Tarso, como, por exemplo, seqüela de fraturas, cistos sinoviais, tumores e varizes.

     

    Imagem mostrando local da compressão no Túnel do Tarso entre o pé e o tornozelo

  • O que é o esporão do calcâneo?

    Esporão é o nome popular dado a algumas calcificações e protuberâncias surgidas nos pés.
    Na maior parte das vezes, aquilo que se nota como um osso que cresceu aos poucos na verdade é uma saliência rígida que pode ser ou não um osso.
    O que se denomina como “Esporão” quase sempre é, na verdade, um sinal de outra doença existente, como, por exemplo, a Fasceite Plantar e a Tendinite do Aquiles.

Veja todas