Informações ao Paciente

Lesões Ligamentares do Tornozelo (Instabilidade do Tornozelo)

O tornozelo é uma articulação que sustenta todo o peso do corpo, e faz o seu movimento para a frente e para trás.
Ele é mantido firme e estável com os seus ligamentos, que são pequenas cordas que unem um osso ao outro.
Quando há uma frouxidão destes ligamentos, geralmente como sequela de uma ruptura não cicatrizada, o tornozelo fica instável, e o paciente refere que ele sofre torções frequentes.
O Ortopedista Especialista em Pé e Tornozelo pode fazer o diagnóstico examinando o paciente no consultório, e também com o uso de exames complementares.
O Tratamento pode ser feito com fisioterapia, exercícios de reforço ou então com cirurgia de reconstrução dos ligamentos afetados.
Hoje em dia, existem cirurgias minimamente invasivas para o tratamento das lesões ligamentares do tornozelo.
A recuperação costuma ser de média duração.

instabilidade ligamentos tornozelo


Buscar

Arquivos

Perguntas Frequentes

  • O que é osteoporose?

    A osteoporose é uma condição clinica de aumento da porosidade e conseqüente perda da resistência do osso. Ocorre mais frequentemente em mulheres após a menopausa, mas pode ocorrer também em homens e em pacientes jovens.


    Imagem mostrando osso normal à esquerda e com osteoporose à direita.

    O enfraquecimento do osso causado pela osteoporose pode facilitar a ocorrência de fraturas. Os locais mais comuns de ocorrência de fraturas por osteoporose são o quadril, o punho, a coluna e o tornozelo, mas também, são comuns lesões no pé, no fêmur, no ombro e no cotovelo.
    A osteoporose pode ser tratada preventivamente com o uso de medicações especiais, com o objetivo de prevenir a ocorrência de fraturas.
    Outra questão importante no tratamento de tal doença é o correto tratamento das fraturas em pacientes com osteoporose. Tais lesões devem ser tratadas com técnicas e materiais especiais, com o objetivo de cicatrização e recuperação total para o paciente.

  • Como é causada a calosidade?

    O espessamento da pele que forma as calosidades ocorre porque a pele possui a capacidade de hipertrofia em resposta a um agente agressor. Por exemplo, um calçado que, por muito tempo, causar pressão em um determinado ponto, vai provocar o aumento da espessura da pele neste ponto.
    A camada da pele que cresce é a camada córnea, que é formada essencialmente por queratina, sem vasos sanguíneos nem ramos nervosos. Em função disso, o calo pode ser descamado sem dor ou sangramento. Mas isso não é um procedimento que deva ser feito, porque retira a proteção que, por algum motivo, foi criada no local.

Veja todas