Informações ao Paciente

Dedos em Garra

Os dedos dos pés podem apresentar inúmeras deformidades.
Uma delas é o dedo em garra.
Se caracteriza pelo aspecto de garra no dedo, com a parte de trás do dedo voltada para cima e a ponta para baixo.
Problemas ósseos e nos tendões causam essa deformidade, e ela pode ser progressiva, em um ou mais dedos.
Situações como reumatismo, joanetes, pés cavos, diabetes e uso exagerado de saltos altos estão associados ao surgimento dos dedos em garra.
O diagnóstico é facilmente realizado ao examinar o paciente, e um exame de Raio X é feito para medir a situação.

Também é possivel que haja associação com Ruptura da Placa Plantar, que é um conjunto de tendões e ligamentos da parte de baixo do dedo.

O tratamento pode ser feito sem cirurgia nos casos mais leves ou com cirurgia nos mais graves.
Atualmente, existem técnicas minimamente invasivas para tratamento dos dedos em garra, e isso permita uma recuperação mais tranquila e rápida para o paciente.
O ortopedista especialista em pé tem o treinamento para avaliar e tratar os dedos em garra.


Buscar

Arquivos

Perguntas Frequentes

  • Como pode ser tratado o joanete?

    Após as avaliações físicas e dos exames apropriados, o diagnóstico é determinado. Com essa informação, o cirurgião, junto com o paciente, conversam sobre as opções de tratamento. É muito importante que o paciente participe da decisão junto com o médico, porque aspectos pessoais influenciam no tipo de tratamento escolhido.
    O tratamento do joanete deve ser individualizado para cada caso, de acordo com as características do pé, o estilo de vida do paciente, a prática ou não de atividades esportivas, etc.
    Existem alternativas cirúrgicas e não-cirúrgicas para o tratamento. Como explicado anteriormente, o joanete é uma angulação anormal dos ossos do pé, e as maneiras não-cirúrgicas de tratamento são paliativos para o problema, pois não regularizam a deformidade. Apesar disso, são utilizadas em muitos pacientes para aliviar os sintomas e prevenir a piora destes.
    Existem mitos e verdades a respeito da cirurgia para o tratamento do joanete. De um modo geral, a maneira atual de tratar é diferente do que era realizado há alguns anos atrás. Hoje em dia, técnicas modernas facilitam o procedimento cirúrgico e sua recuperação. Isso inclui maneiras seletivas de anestesia local, materiais e técnicas de precisão para a cirurgia e órtese de imobilização que permite o apoio imediato do pé no solo no período pós-operatório.

  • Como é causada a artrose?

    A artrose nos pés pode ser causada por vários motivos diferentes, entre eles, destacam-se a ocorrência prévia de fratura, o reumatismo, a idade avançada e as deformidades congênitas.

Veja todas